quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

O costume da festa


Como manifestação de alegria da vida

Quase sempre, não percebemos quando a vida vai ficando monótona e sem graça, ou sem açúcar, como minha querida vovó sempre dizia
Mas é verdade. Os dias se passam, e na ânsia de realizar nossos desejos e vontades, vamo-nos aconchegando aos compromissos do dia a dia, e quando chega o final de semana, lá se foi nosso tempo, que gastamos com projetos de trabalho e também nossa vontade de curtir e de “festejar”.

Aliás, festejar o quê, se já terminamos a semana cansados?
E olha que no final de semana tem a feira e ou mercado pra fazer, ajudar a limpar a casa (eu hein?), dar banho no cachorro e depois levar pra passear, tem mais coisas eu sei. Tem as donas de casa que querem, e precisam fazer as unhas, ir ao cabeleireiro, e por aí vai.

E o tempo pra festejar o que quer que seja, esse tá difícil.
Difícil mesmo é passar o tempo dessa forma, nos cansando e sem perceber que ao realizarmos um evento qualquer, nossos ânimos redobram, e assim ganhamos mais energia para continuar nosso dia a dia e enfrentar o “batente” com mais disposição
Afinal, depois de uma pequena comemoração e mesmo depois de arrumar a bagunça que fica, nos sentimos mais confortáveis na vida. Isso porque, não é o que fazemos que importa, mas, o porquê o fazemos.
Para ficar com aquela sensação de liberdade e de independência, ao sentirmos que é possível ser um pouco mais feliz ao fazermos o que gostamos

Sem contar que, de alguma forma, levamos as pessoas a participarem, e assim, contribuímos para tirar a vida, nossa e a dos outros, da rotina.

Por engano, somos levados a acreditar que é difícil ser feliz. Seja por nosso dia a dia, cheio de problemas e compromissos, pelo noticiário que só mostra o lado feio e ruim da vida lá fora (no nosso quintal), pela falta de grana após quitarmos nossos compromissos, etc. e tal.

Ledo engano. Um churrasco (dependendo de como é feito) gasta-se menos do que fazer uma boa lasanha. Pense apenas isso: Massa, queijo (tá caro pra burro), presunto (também), carne moída (já viu os preços no açougue?).
Uma boa macarronada tem que ter queijo ralado (já viu o preço?), carne assada no forno... Precisa continuar?
Logo, um fim de semana em família pode ser muito bem vindo, muito mais divertido. E se bem feito, muito mais econômico
Afinal, todos podem contribuir para o churrasco. Porquê não?

Este é só um exemplo de evento que nos ajuda a sair da rotina e enfrentar a próxima semana, um pouco mais confortável e descansado (a).

Quê dizer então, de outras formas e maneiras de sair da rotina e melhorar o estilo de vida, promovendo outros tipos de evento?
Tem tantos lugares bem pertinho que favorecem a uma escapadinha da nossa rotina e ainda a um bom divertimento.
Aqui, foram mostrados alguns eventos que podemos elaborar para sair da rotina, convidar os parentes e amigos a participarem, e curtir bastante. Fazendo da vida, um evento constante a ser vivido

Promova um evento e seja feliz
Pelo menos, enquanto o evento durar


Como promover evento no Convidar.Net

Receba atualizações do Convidar.Net:

Delivered by FeedBurner